Mudança do clima na terra

Segundo um estudo feito pela ONU, irão ocorrer fortes mudanças climáticas no mundo nos próximos 100 anos e que são preocupantes.

Se vê muito falar em proteção das matas, dos rios e diminuição da poluição, mas na prática ocorre ao contrário. As matas estão sendo destruidas em rítimo galopante, a poluição dos rios e do ar continuam acelerados e, apesar de divulgações constantes sobre a fiscalização, parece que não esta adiantando também.

Estamos em um mundo que caminha para o caos generalizado e quem vai pagar por isso serão os próprios homens que não tomam providências enérgicas e proibem de vez o corte das matas e punem de verdade tantas indústrias que poluem rios e águas e pior, tem certeza que nada irá acontecer.

Em gráficos: Veja as mudanças previstas pela ONU

 

 


O IPCC diz que as temperaturas têm grande chance de aumentar de 1,8ºC a 4ºC até 2100. Mas há também a possibilidade de que essa variação seja de 1,1ºC a 6,4ºC. Os mapas acima mostram como três cenários de variações de temperatura podem afetar diferentes partes do planeta.

Os cenários A1B, A2 e B1, usados para criar os mapas acima, são baseados em dados econômicos e tecnológicos. Esses cenários consideram diferentes aumentos populacionais, o uso de combustíveis fósseis e alternativos e o conseqüente crescimento na emissão de CO2. Os resultados estão nos gráficos abaixo:

 

 

O dióxido de carbono é o principal gás do chamado efeito estufa e o aumento da sua emissão desde a Revolução Industrial é claro. A queima de carvão, o uso do petróleo e o desmatamento são atividades que liberam CO2 na atmosfera.

Outros dois importantes gases de efeito estufa são o metano e o óxido nitroso. Ambos estão muito menos presentes na atmosfera que o CO2, mas têm um efeito muito mais devastador e sua presença também está crescendo. O metano provoca 20 vezes mais danos que o CO2, enquanto o óxido nitroso é 300 vezes mais forte.