Fotos da Usina Belo Monte

Belo Monte e suas controvérsias – O Ibama já admite que, caso a Usina de Belo Monte seja construída, o risco de extinção de algumas espécies de peixes se torna maior. Em uma análise realizada por cientistas constatou-se que as espécies de peixe do rio Xingu – rio onde será construída a hidrelétrica – existem em outros lugares.

No entanto, alguns biólogos afirmam que o estudo subestimou a importância do Xingu em conter peixes únicos. Além disso, afirmam que o estudo realizado pelo Ibama é superficial e que o número de espécies que entrarão em extinção é muito maior.

A discussão sobre a construção ou não da hidrelétrica de Belo Monte é antiga. Dados apontam para um custo benefício que não é agradável. Quando foi anunciada, os dirigentes afirmaram que ela produziria, aproximadamente, 11 mil megawatts. No entanto, estudiosos afirmam que só será gerado pouco mais de quatro mil megawatts.

Isso devido ao período de estiagem do rio. Ou seja, muito dinheiro gasto para pouco retorno em energia. Além disso, há problemas com tribos indígenas. O rio Xingu é, hoje, o rio que mais possui índios em suas margens. São aproximadamente 13 mil indígenas. O projeto da obra desconsidera qualquer impacto que a construção teria na vida das tribos.

Compartilhe no Facebook

Curta no Facebook:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *