Consumimos produtos que outros países já baniram

O mundo é globalizado, mas mesmo assim tem um série de coisas que não conseguimos entender, como estas sobre saúde pública. São produtos proibidos no exterior e aqui liberadas, isso porque as autoridades entendem que os outros são muito radicais.

5 Coisas que são Proibidas em outros países mas Liberadas no B…

5 Coisas que são Proibidas em outros países mas Liberadas no Brasil ?

Arteblog 发布于 2017年5月30日

 

Uso de arsênico na criação de frangos

O arsênico é usado como medicamento para criação de grandes quantidades de frangos de corte e diversos estudos comprovaram que é uma substância cancerígena, por isso, foi proibido em vários países. Foi banido o uso na União Européia em 1999.

Uso da Ractopamina em suínos

Produto usado largamente para aumentar rapidamente os músculos dos suínos. Contamina o meio ambiente e causa aumento de arritmia cardíaca. Proibido o uso em mais de 50 países e liberado no Brasil.

Óleo vegetal bromado (BVO)

Usado como estabilizante em alguns refrigerantes e causa problemas de memória, cardiovasculares e hipotiroidismo. Já foi proibido o uso em mais de 100 países, mas aqui no Brasil é liberado.

Hormônio sintético rbST

É um hormônio bovino do crescimento usado em vacas leiteiras. Os resíduos que ficam no leite podem causar câncer e problemas musculares. Está banido na União Européia e de uso liberado no Brasil.

Azodicarbonamida – ADA

Usado como branqueador de alimentos, como a farinha de trigo e plásticos. A Organização Mundial da Saúde afirma que o produto causa asma. Já é proibido praticamente em todo mundo, apenas 5 países ainda usam e um deles é o Brasil.

Fica a pergunta

Se a maioria dos países do mundo comprovaram e proibiram o uso, como que as autoridades da saúde do Brasil ainda teimam em dizer que não tem nenhum risco para o consumo humano de todos estes produtos?

Lembrando que sempre pro trás da liberação do uso destes produtos, existe um grande interesse econômico que relutam em aceitar em parar de usar e só mesmo a lei consegue fazer com que o uso seja abandonado. Empresários só estão preocupados em ter grandes lucros e o saúde dos consumidores fica de lado.

Os consumidores raramente procuram saber como que os produtos consumidos são produzidos e acabamos ingerindo muitas substâncias nocivas para saúde sem saber.

Compartilhe no Facebook

Curta no Facebook:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *